150 Quem é como o sábio?

 


Leitura Bíblica

“Quem é como o sábio? Quem sabe interpretar as coisas? A sabedoria de um homem alcança o favor do rei e muda o seu semblante carregado.” (Eclesiastes‬ 8.1‬ NVI‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬)‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬


Hoje voltei a ler Eclesiastes. Li o capítulo 8 onde o autor fala um pouco sobre o rei e a obediência devida a ele.

Considerando que um dos possíveis autores do livro era um rei, é natural que o enfoque seja o de se pregar a obediência. Mas o capítulo fala mais do que isso.

“Não se apresse em deixar a presença do rei, nem se levante em favor de uma causa errada, visto que o rei faz o que bem entende.” (Eclesiastes‬ 8.3‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬)‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬

Ele dá alguns conselhos considerando que o leitor conseguiu de algum modo chegar até o rei e contar com seus favores, talvez como um conselheiro ou um sábio.

Naquele tempo era comum aos reis terem sábios, adivinhos, profetas e feiticeiros no seu círculo próximo atuando como conselheiros reais. O cuidado nos “conselhos” e acerto nas “previsões” e “interpretações” podia significar a diferença entre se manter no palácio ou amanhecer numa cova.

Assim, o início do capítulo é dedicado a orientar esse sábio.

“Porquanto há uma hora certa e, também uma maneira certa de agir para cada situação. O sofrimento de um homem, no entanto, pesa muito sobre ele, visto que ninguém conhece o futuro. Quem lhe poderá dizer o que vai acontecer? Ninguém tem o poder de dominar o próprio espírito; tampouco tem poder sobre o dia da sua morte e de escapar dos efeitos da guerra; nem mesmo a maldade livra aqueles que a praticam.” (Eclesiastes‬ 8.6-8‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬)‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬

Aqui ele alerta exatamente sobre a questão do papel dos profetas e das profecias mais comuns na região que, diferentes das profecias judaicas, eram adivinhações do futuro, focadas em resultados específicos de batalhas ou doenças. O autor deixa claro a impossibilidade de se prever o futuro e a angústia que isso pode causar nos líderes que procuram controlar todos os aspectos da vida.

“Tudo isso vi quando me pus a refletir em tudo o que se faz debaixo do sol. Há ocasiões em que um homem domina sobre outros para a sua própria infelicidade.” (Eclesiastes‬ 8.9‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬)‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬

Ele conclui que muitos líderes acabam infelizes pois não aceitam a incerteza do futuro.

“Quando os crimes não são castigados logo, o coração do homem se enche de planos para fazer o mal.” (Eclesiastes‬ 8.11‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬)‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬

Ele orienta ainda o conselheiro real sobre a necessidade de se trazer julgamento e castigo rápido aos crimes praticados para se evitar que o sentimento de impunidade faça com que mais pessoas tenham pendor para o mal.

“Há mais uma coisa sem sentido na terra: justos que recebem o que os ímpios merecem, e ímpios que recebem o que os justos merecem. Isto também, penso eu, não faz sentido.

Quando voltei a mente para conhecer a sabedoria e observar as atividades do homem sobre a terra, daquele cujos olhos não veem sono nem de dia nem de noite, percebi tudo o que Deus tem feito. Ninguém é capaz de entender o que se faz debaixo do sol. Por mais que se esforce para descobrir o sentido das coisas, o homem não o encontrará. O sábio pode até afirmar que entende, mas, na realidade, não o consegue encontrar.”

(Eclesiastes‬ 8.14, 16-17‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬)‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬

Por fim ele reitera que não há justiça absoluta. Que muitos ímpios recebem o que é direito do Justo e que justos pagam pelos ímpios na Terra.

Então ele conclui que o sábio, esse conselheiro do rei, não vai nunca conseguir entender o que Deus faz. A sabedoria divina é insondável.

Isso é importante pois antes ele diz:

“Há mais uma coisa sem sentido na terra: justos que recebem o que os ímpios merecem, e ímpios que recebem o que os justos merecem. Isto também, penso eu, não faz sentido. Por isso recomendo que se desfrute a vida, porque debaixo do sol não há nada melhor para o homem do que comer, beber e alegrar-se. Sejam esses os seus companheiros no seu duro trabalho durante todos os dias da vida que Deus lhe der debaixo do sol!”

(Eclesiastes‬ 8.14-15)‬‬‬‬‬‬

Como conselheiro do rei, muitas das injustiças serão cometidas por orientação dele. Mas o autor do livro reforça que ele deve desfrutar a vida de acordo com os frutos do trabalho duro que ele pratica todos os dias.

Veja que interessante esse capítulo. O autor de Eclesiastes, um sábio chamado de mestre em várias partes do livro, orientando um conselheiro real, outro sábio.

Mais um achado para mim. Muita gente vende milhares de livros de negócios e de como lidar com seu chefe enquanto o manual completo estava o tempo todo aqui, na Bíblia.

Veja só, ele lista todos os pontos-chave para um bom conselheiro e no fim ainda diz que, por melhor que você seja, não vai conseguir entender a Deus. Então não se cobre tanto. Faça seu melhor e saiba que injustiças vão acontecer.

Quisera eu ter descoberto isso há 18 anos quando estava no DAC. Ou depois quando fui diretor e conselheiro. Teria poupado algumas horas de estresse e tensão na busca sem fim pela perfeição.

O texto não foi escrito para os dias de hoje, com seus organogramas e corporações, mas ele se mantém atual. Ainda hoje enfrentamos as mesmas situações, basta trocar rei por CEO, e profeta por consultor ou guru.


Oremos

Pai querido, obrigado pelos ensinamentos de hoje. Obrigado por te fazeres presente em minha vida.

Cuida de mim durante meus compromissos de trabalho. Olha pela minha família.

Abençoa meus filhos. 

Isso eu te peço, pai, em nome de Jesus.

Amém.



Autor: Shailon Ian

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

129 Nada faz sentido?

192 A Revelação de Deus X religião

266 Consolo para consolar outros